6.2.12


Hoje senti uma das maiores dores da minha vida, ao ver-te na condição em que estavas minha irmã. Ao saber que te podia ter perdido, deixou-me num estado lamentável, mas sei que fiz os possíveis para te ajudar. És ainda tão pequena para passares por esses momentos, que tanto questiono o porque de acontecerem. Apesar de serem situações menos boas, só nos fazem unir ainda mais. 
As rápidas melhoras pequerrucha  

2 comentários:

ângela cláudia disse...

seja lá o que tiver acontecido, que ela fique bem depressa meu amor :') adoro-te *

Inês Castro disse...

AMO-TE e vou fazer de tudo para ficar bem meu anjinho!
Desde de que esteja ao teu lado,tudo corre-me bem!