6.12.11


Já te disse o quanto és importante para mim hoje?
Sim hoje, (hoje) de agora, de actualmente.

Sabes, estamos prestes a fazer meses, desta nossa brilhante relação. Uma relação, que dia para dia, se ia e vai tornando muito mais forte. Existem inúmeras razões para ela ter chegado até este ponto. Sempre que me abrias o teu coração, e desabafavas comigo (quase que chorava a ouvir-te). Nesse momento, e em tantos outros a seguir, mostras-te a confiança que tinhas em mim, o respeito, o carinho, e eu admito que isso mexeu comigo. As nossas conversas no tal “apeadeiro”, conversações de 2horas (por vezes), conversas sérias ou de disparates, da nossa meninice, do nosso passado (sendo ele bom ou não), de um futuro. Conversas que nos conduziram a construir tudo o que temos, que nos fizeram apreender, crescer, que vimos onde erramos e onde procedemos bem, onde a verdade estava para além de tudo, porque fomos e somos nós próprios, sem vergonhas de nada. Vivemos em tempos de amizade, factos que tanto um como outro jamais o tínhamos feito, e isso ainda nos aproximou mais, as nossas cumplicidades eram cada vez maiores (eu encontrava uma certa piada). Foi (e continua a ser) uma caminhada para chegar onde chegamos, à chamada fase de enamorados. Uma caminhada, com certos impedimentos mas que tanto um como outro sempre acreditamos em nós, e conseguimos triunfar. E chegando á parte, de saberes o quanto és importante para mim hoje. Como te disse ainda hoje, és um sonho (estou a chorar), e tu sabes o quão estou a ser verdadeira contigo. Tornaste-te num amigo, onde encontrei um ombro para me apoiar, que até então nunca o tinha descoberto desta forma tão especial. O simples modo como me tratavas e (tratas), os simples gestos de meiguice, a compreensão que me davas e (dás), quando ficava ou fico aborrecida (até tu já notas quando o estou), quando falo dos meus dias de trabalho e tu mostras interesse em saber sempre mais, quando me comecei a abrir sobre a minha vida de casa, quando te falei sobre tolices que já fiz e não me julgaste, (…) existe tanto em ti, que derreteu o meu coração, como ninguém o tinha feito até então. 
Quero que saibas, que (hoje) continuas a ser esse amigo e muito mais. Ultrapassaste tudo e tens excedido, a 1000 o que sempre pretendi.
És o MelhorNamorado  que alguém pode imaginar ter.

Amo-te Ricardo Xavier Ferreira Amorim

1 comentário:

Ricardo Amorim disse...

sinceramente nem sei que te diga meu amor, só consigo dizer isto:
A M O - T E imenso meu amor :)